Notícias

POLICIAL MILITAR COMETE SUICÍDIO NO POSTO FISCAL EM ARGOLO/NOVA VIÇOSA BA

O SOLDADO DA PM BAHIA DIEGO SOUZA lotado na 89ª CIPM de Mucuri, cometeu suicídio na noite desta sexta-feira, 22 de agosto, no Posto Fiscal de Argolo, distrito de Nova Viçosa. 

Diego morava em Teixeira de Freitas e prestava serviço no Posto Fiscal da BR 418 em Argolo. Policial exemplar, foi destaque operacional na área da 89° mês passado. Diego deixa mulher e um filho. Ainda não há maiores detalhes sobre a morte do 
policial.


(Fonte: blog plantão notícias 24 horas) 

Apresentador de TV infarta ao vivo ao defender Jair Bolsonaro

As posições políticas costumam vir acompanhadas de muita exaltação nos dias atuais. Essa tendência, porém, atingiu seu ápice de forma inusitada durante a edição desta sexta-feira (23) do programa policial Metendo Bronca, exibido pela TV RBA, afiliada da Band em Belém do Pará.

O apresentador da atração, Joaquim Campos, aproveitou um gancho entre algumas matérias para defender acaloradamente o presidente Jair Bolsonaro (PSL) em meio à polêmica do desmatamento e das queimadas na Amazônia.

(Fonte: UOL)

Iuri Sheik tem pedido de liberdade negado pela Justiça

[Iuri Sheik tem pedido de liberdade negado pela Justiça ]

O influenciador digital Iuri Sheik, preso após matar o empresário Willl Oliveira, teve o pedido de revogação da prisão preventiva negado no início de agosto pela Justiça. Iuri foi preso no dia 26 de junho deste ano. O crime ocorreu durante uma festa em Santo Antônio de Jesus, após a vítima se recusar a cumprimentá-lo.

Conforme a setença assinada pelo juiz José Francisco Oliveira de Almeida, a manutenção da prisão de Sheik representa impor ordem pública, pois ele se apresenta como um homem que é “seguido” por muitas pessoas. 

“O representado, como diversas vezes afirmou sua defesa, é pessoa conhecida, influente nas mídias sociais, com centenas de milhares de pessoas que acompanham diariamente, com mais de 288 mil seguidores, e, justamente, por ser uma pessoa pública, como afirma ser, um influenciador digital, um formador de opinião, sobreleva a carga de responsabilidade pelos seus atos e sua conduta no meio social, em face do seu imediato reflexo e direto a todos aquelas que o acompanham, o seguem, o copiam”, explicou o juiz em entrevista ao jornal Metro1. 

De acordo com o magistrado, o suspeito foi a uma cidade “pequena” movido por sentimento de “estrelismo” e agiu “de forma desdenhosa e demasiadamente agressiva para com a vítima”.”Saliento que há notícia nos autos que o representado, em tese, estaria com uma arma de fogo em seu veículo (a mesma que teria sido utilizada contra a vítima), vindo para esta cidade, supostamente, armado, o que demonstra o seu intento ou predisposição para agir como lhe conviesse, eis que a periculosidade encontra-se evidenciada”, destacou. 

O juiz ressaltou que mesmo Iuri apresentando alguns requisitos de réu primário, como residências fixa e trabalho lícito, as condições não são suficientes para que a liberdade seja concedida mesmo que temporariamente. 

(FOnte: pnotícias)

Cresce o embate entre Bolsonaro e Moro e já se fala na saída do ministro

Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça, Sergio Moro

Embora a discussão internacional sobre a Amazônia tenha tirado o foco, nos bastidores do Palácio do Planalto e seus periféricos, cresce o embate entre o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça, Sergio Moro. A mídia já aposta na saída do ex-juiz federal do governo. Como avaliou neste sábado o jornalista Jailton Carvalho,  no jornal O Globo, a relação entre ambos começou há 30 dias, quando o ministro foi ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, pedir que ele fizesse uma revisão da decisão em que restringiu o compartilhamento de relatórios do antigo Coaf , hoje Unidade de Inteligência Financeira (UIF), com os ministérios públicos e a Polícia Federal.

O movimento do ministro irritou o presidente Jair Bolsonaro. Por um simples e familiar motivo: A petição para suspender investigações iniciadas com base em relatórios detalhados do ex-Coaf fora feita pelo advogado Frederik Wassef em nome do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente.

(Fonte: Paraná Total)

Plano para matar marido de Flordelis foi elaborado em 2018

Reprodução

O assassinato do pastor Anderson do Carmo foi arquitetado com oito meses de antecedência. A conclusão é da Polícia Civil, segundo reportagem de O Dia, e teve como base depoimentos dos filhos da deputada federal Flordelis (PSD-RJ).Além disso, para os investigadores, as contradições nos depoimentos da parlamentar a colocam como uma possível cúmplice do assassinato. A discordância que mais chamou atenção foi o relato do momento do crime.Flordelis disse que estava dormindo “quando foi acordada por barulhos de arma de fogo. Mas como mora perto de comunidade, não achou nada estranho, tendo voltado a dormir. Que alguns minutos depois, foi acordada por gritos de dentro da sua casa”.Oito dias depois, contudo, a viúva afirmou que, no momento do assassinato, estava conversando com um dos filhos, quando escutou o barulho de seis tiros. Essa versão também foi transmitida à imprensa.

(FOnte: Metrópoles)

Em Manaus, jovem esmagado por caminhão enquanto dormia perto de roda teria consumido bebida alcoólica

O jovem de 23 anos que morreu após ser esmagado por um caminhão teria consumido bebida alcoólica. A vítima dormia próximo às rodas do veículo. O caso ocorreu na noite desta sexta-feira (23), no bairro Alfredo Nascimento.

Segundo a mãe do jovem, ele estava com um grupo de amigos, na tarde desta sexta e teriam feito o consumo de bebida alcoólica.

(Fonte: Portaldoholanda)

Adolescente morta por facção foi decapitada e enterrada em cova rasa

Passava das 8h dessa sexta-feira, 23, quando o caso relacionado à morte da adolescente Laura Rosa Macedo Marinho, de 17 anos, chegou ao fim. A única peça do quebra-cabeças que faltava para a polícia era o corpo da jovem e ele foi encontrado numa área de mata, no loteamento João de Barro. A vítima foi decapitada ainda com vida e enterrada numa cova rasa, embaixo de algumas árvores. 

Em coletiva de imprensa realizada na tarde de ontem, a Polícia Militar esclareceu sobre as ações que resultaram no achado do cadáver da vítima. “Fazemos questão de ressaltar que essa ocorrência tem aproximadamente cinco dias, mas havia a necessidade de encontrarmos o corpo, tanto no aspecto legal, para materializar o homicídio, como para dar uma resposta à família e à sociedade”, explicou o comandante geral da Polícia Militar, coronel Elias Santana.

(FOnte: Folhabv)

Pai é preso suspeito de agredir e quebrar pernas e braço de bebê de 6 meses em MG

O casal foi preso pela polícia. (Arquivo Blasting News)

Na madrugada da última terça-feira (20), uma mãe foi presa por omissão e o pai por suspeitas de agredir violentamente quebrando o braço e pernas de seu filho de apenas 6 meses, no bairro Hha Chica, no município de Carmo, em Minas Gerais. Além de fraturar os membros da criança, o corpo do bebê de nome Davi estava repleto de mordidas e ferimentos no rosto. Ao ser preso, o homem assumiu a autoria das agressões.

O crime teria deixado diversas pessoas perplexas, como policiais, delegados e equipes médicas que acompanharam o caso.

Tudo teria ocorrido após a criança dar entrada para ser atendida no Hospital São Lourenço. Os profissionais de saúde verificaram a situação do bebê e teriam chamado imediatamente a Polícia Militar da região para averiguar o caso. Chegando na unidade hospitalar, os policiais ficaram horrorizados com o que encontraram.

De acordo com o delegado responsável pela investigação do caso, Gustavo Fernandes Teixeira, um exame de corpo de delito realizado na criança comprovou que as duas pernas do bebê estavam quebradas, o braço esquerdo estaria fraturado em três lugares diferentes, e também tinha diversos hematomas no rosto e na cabeça.

Diante do que viram no hospital, os agentes militares foram de encontro a mãe do bebê para tentar esclarecer os fatos, mas mesmo pressionada pelas autoridades ela alegou que não teria feito nenhum mal a criança mencionando que poderia ser seu marido o autor das agressões contra a vítima.

(Fonte: Blastingnews)

Mãe que esqueceu seu bebê de 5 meses no carro quente desabafa

A mãe que esqueceu seu bebê de apenas cinco meses no carro quente no estacionamento de um supermercado quebrou o silêncio e desabafou. Stacey Holly, 37 anos, esqueceu o filho no carro no estacionamento a céu aberto de um supermercado no Arizona nos Estados Unidos.

O caso ocorreu em junho, em pleno verão norte-americano. Na última sexta-feira (23/08), uma gravação de Stacey para a polícia logo após ter encontrado seu filhopassando mal no carro foi revelada.

Stacye deixou o filho no carro quente por cerca de 50 minutos. Na ligação para a polícia, ela disse: “Nós saímos e fomos para o supermercado e nós esquecemos ela. Eu não sei como nós esquecemos, só esquecemos. Eu honestamente não sei como isso aconteceu. Eu estou pirando…como você esquece o próprio filho? Eu sempre estou com meu filho. Eu não negligenciei meu filho. Eu não sou uma mãe ruim”. Ao ser questionada sobre se havia usado drogas ou consumido bebidas alcóolicas, ela respondeu: “Meu Deus! Não!”.

Felizmente, o filho de Stacey não sofreu nenhum tipo de lesão em decorrência do longo período dentro do carro.

(Fonte: Bebemamae)

Motociclista é denunciado ao receber sexo oral no meio de uma praça, em El Salvador

Foto: Cortesía

Usuários em redes sociais denunciaram o caso de um homem que uma mulher teria feito sexo oral em frente ao monumento do Salvador Divino do Mundo, em San Salvador. O momento foi refletido em uma fotografia que foi viralizada nas redes sociais.

De acordo com um usuário que informou o incidente, a ação teria ocorrido na quarta-feira, 21 de agosto, “ao ar livre, no final da manhã” na praça localizada na capital salvadorenha.

O usuário ressaltou que o homem possivelmente pertence a um grupo de motociclistas, que frequentemente chegam “a fumar maconha ” neste local, muito visitado por crianças, jovens e estrangeiros.

(Fonte: Laprensagrafica

Idosa se forma aos 81 anos em pedagogia e quer fazer pós

Thereza comemora - Foto: Arquivo Pessoal

Nada de ficar em casa fazendo bolo, nem crochê. O sonho de Thereza Mualla Alduino – ou Dona Thereza, como é chamada – era fazer pedagogia. E ela conseguiu aos 81 anos.

Ex-merendeira de escola, ela se formou em junho em Catanduva, interior de São Paulo e a festa de formatura foi no último sábado, 17.

Ela conta que o sonho de se formar sempre existiu, mas só se concretizou depois de se aposentar. Na escola onde trabalhava ela se encantava com as crianças e a vontade delas em aprender.

“Eu me aposentei e pensei que não podia ficar parada. Então, fiz três anos de supletivo e conclui o ensino médio”, afirma.

História

Antes de passar no concurso público para ser merendeira da escola, ela fazia aulas particulares. Depois que se aposentou, aos 70 anos, ela foi correu para terminar os estudos.

Depois do supletivo, ela fez três meses de um curso técnico de química, mas não terminou por causa da dificuldade da matéria. Com isso, começou outro curso técnico em administração de empresas e pegou o diploma no início de 2015.

Dona Thereza começou a faculdade em 2015, depois de passar em 15º lugar no vestibular.

Ela passou a conviver diariamente com pessoas mais novas, com as quais compartilhava experiências.

“Às vezes eles até falavam brincando para eu ir fazer crochê, mas eu não gosto disso, eu gosto de estudar”, conta.

Dedicação

“Ela é uma pessoa que gosta muito de ficar entre os jovens. Gosta de estar por dentro e nunca parou no tempo. Tanto é que ela usa bastante o celular para procurar as coisas, como receitas e assuntos interessantes. Por mais que nunca faça a receita, gosta de estar por dentro”, conta a neta, Aline Alduino.

Dona Thereza diz que tem facilidade para procurar as coisas no celular, mas quando tinha que fazer alguma atividade da faculdade no computador, quem ajudava era a filha que mora com ela.

“Ela anotava tudinho. O caderno sempre muito completo. Não ia pra faculdade só para marcar presença. Além disso, quando gente chama ela para viajar e ela não vai. Chamar para ir em algum restaurante é muito difícil dela ir. Na faculdade nunca faltou um dia ”, conta Aline.

Agora a recém-pedagoga quer fazer uma pós-graduação em psicopedagogia para poder dar palestras pela cidade.

(Fonte: Sonotíciaboa)

Pai suspeito de estuprar filha adolescente é preso em Várzea Grande (MT)

 Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande. — Foto: Polícia Civil

Um pai acusado de estuprar a filha de 13 anos foi preso pela Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, na quinta-feira (22), logo após ter o mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça.

As diligências iniciaram na quarta-feira (21), após a polícia receber denúncia de abuso sexual contra uma menina de 13 anos, cometido pelo pai da vítima.

Com base nas informações, os policiais civis junto com o Conselho Tutelar, foram até a escola onde a adolescente estuda e durante oitiva ela confirmou os abusos sofridos.

Em entrevista, a menina ainda demonstrou que vem sendo violentada sexualmente pelo pai, há certo tempo. Ainda, como outro elemento de prova, foram encontradas gravadas conversas íntimas, entre o suspeito e a filha.

A vítima também foi submetia a exame de corpo delito, bem como foi encaminhada ao Núcleo de Atendimento às Vítimas de Assistência Social de Várzea Grande, onde passará por profilaxia e atendimento psicossocial.

Diante da gravidade dos fatos, a Polícia Civil representou pelo mandado de prisão preventiva pelo crime de estupro, deferido pela Justiça.

Imediatamente de posse da ordem judicial, a equipe da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande, prendeu o suspeito na tarde de quinta-feira (22).

De acordo com a delegada Mariel Antonini Dias, toda a ação contou com acompanhamento do Conselho Tutelar, visando o resguardo dos direitos da adolescente.

O nome do suspeito não foi informado para preservar a vítima menor de idade.

(Fonte: G1)

Menina de 11 meses precisa de remédio de R$ 9 milhões para tratamento

Resultado de imagem para Menina de 11 meses precisa de remédio de R$ 9 milhões para tratamento

Os pais de Marina, uma menina de 11 meses, estão fazendo uma campanha na internet para custear o tratamento da filha, que tem uma doença rara: a Atrofia Muscular Espinhal, conhecida como AME.

O medicamento, que precisa ser tomado até os dois anos de idade, custa, ao todo, R$ 9 milhões e é considerado o mais caro do mundo.

“Eu voltei a trabalhar e a Marina foi pra escolinha. Ela pegou um bronquite, pneumonia e durante a internação dela eu percebi que ela diminuiu muito os movimentos do corpinho dela. Pedi pra fazer exame clínico e queria tirar a dúvida”, relembra a mãe. “Eles constataram que ela tinha uma diminuição de tônus muito grande e aí a gente começou a investigar e recebemos o diagnóstico um mês depois confirmado pra AME”.

A AME é uma doença crônica e progressiva que pode causar a perda de todos os movimentos do corpo, complicações respiratórias, na fala e na capacidade de andar. Ela afeta aproximadamente uma em cada dez mil crianças. E, infelizmente, o tratamento para a doença no Brasil não é acessível. A solução mais próxima de uma cura depende de um medicamento considerado o mais caro do mundo.

(Fonte: RedeTV)

Mulher é agredida com golpes de pé de cabra depois de recusar reatar namoro com ex

Folha Vitória

Uma mulher foi agredida com três golpes de pé de cabra nesta sexta-feira (23), no bairro Araças, em Vila Velha. Segundo populares, o agressor seria o ex-namorado da vítima.

Segundo a mãe da vítima, o suspeito não queria mais o relacionamento, porém, quando a mulher iniciou um novo namoro, o agressor pediu para reatar. A vítima se recusou o homem teria a agredido.

A mulher foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada a um hospital particular. A ferramenta utilizada pelo agressor foi recolhida e será entregue ao Plantão da Mulher, em Vitória.

De acordo com informações da Polícia Civil (PC), o homem fugiu em uma motocicletae até o momento não foi detido. O caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Mulher (DHPM).

(FOnte: R7)

Menino de 2 anos viaja sozinho no metro após porta fechar de repente

Menino de dois anos viajou sozinho no metro após porta fechar de repente

Uma mãe e seu menino de dois anos passaram por um grande susto após as portas do metro fecharem de repente. A mãe acabou ficando na plataforma e o metro partiu com o pequeno, que estava no carrinho.

O bebê encarou sozinho uma viagem de 10 minutos no metro em Sidney na Austrália na tarde da última quinta-feira (22/08). Felizmente, havia funcionários do metro dentro daquele vagão e eles acompanharam o pequeno até a estação seguinte.

O pequeno então foi encaminhado para a equipe do metro naquela estação seguinte e após 13 minutos ele se reencontrou com a mãe.
O metro em questão é novo no país e ele é automático, ou seja, não tem motorista, assim como a linha amarela do metro de São Paulo.

Contudo, os australianos estão enfrentando uma série de problemas com o fato das portas do metro de lá fecharem repentinamente.

(Fonte: Bebemamãe)

Perito: Tamyris não foi morta após mal súbito de motociclista

O perito do Instituto de Criminalística (IC) Jairo Lemos descartou a tese levantada pela defesa do motociclista que atropelou e matou a estudante de odontologia Alessandra Tamyris Tristão Santos, de 23 anos. Ao contrário do que alega o advogado de Marcos André Borges Ferreira, de 51 anos, Lemos descartou que o suspeito tenha tido um “mal súbito” e perdido o controle da moto, que atingiu a vítima na calçada da Avenida Conde da Boa Vista, no Recife.

O perito assina o laudo realizado pelo IC no local do atropelamento e ressalta que a colisão não poderia ter sido provocada por um “apagão” do condutor. Em entrevista à TV Clube, ele disse que a trajetória da moto e a velocidade com que  o veículo invadiu a calçada inviabilizam o argumento da defesa:  “Se tivesse mal súbito, ele teria tirado as mãos da empunhadura do lado direito, que é o acelerador da moto, e tomado outro destino ou tombado ali na via. Então, mal súbido não está caracterizado para esse feito”.

Jairo Lemos concluiu que “a falta de atenção e os cuidados dispensados para a segurança do tráfego” foram os motivos do atropelamento que tirou a vida de Tamyris. “Primeiramente, a velocidade não era compatível para o local. Ele vinha com excesso de velocidade, subiu o meio-fio, chocou-se primeiramente com uma estrutura metálica que orientava as vias, desgovernou e atingiu a jovem”.

O laudo já foi concluído e enviado à Delegacia de Delitos de Trânsito, que investiga o caso. No entanto, o perito informou que está aguardando a chegada de um vídeo de circuito interno que registra o momento do atropelamento.  Através dessas imagens, o IC vai calcular a velocidade da moto nos segundos finais antes da colisão e anexar o resultado ao inquérito.

(Fonte: OP9)

Faustão decide deixar sua mansão gigante de R$ 40 milhões em SP por motivo familiar

Faustão (Foto: Reprodução/Instagram)

Faustão tomou uma decisão muito importante sobre a casa que mora com toda a sua família, em São Paulo. João Guilherme, filho mais velho do famoso com Luciana Cardoso, decidiu deixar o Brasil para poder estudar na Suíça e isso acabou fazendo com que a mansão do artista ficasse grande demais para ele, a esposa e o caçula, Rodrigo, de 11 anos.

O primogênito, de 15 anos, não morará mais na mansão de R$ 40 milhões com os pais e isso fez com que o apresentador optasse por escolher um outro lugar para passar o tempo com a sua família. De acordo com a coluna de Keila Jimenez, do R7, o artista escolheu uma cobertura no luxuoso bairro do Jardins, na zona sul de São Paulo para poder morar.

Faustão morava em uma das 10 maiores casas da capital paulista e em suas instalações podia contar com mais de vinte vagas de carros, um espaço onde ele podia fazer suas famosas pizzadas com diversos famosos após o “Domingão do Faustão”, da TV Globo, além de ter uma piscina semi-olímpica e três andares de cômodos.

(FOnte: TVofoco)

Homem que matou a mulher enforcada após encontro é condenado a 12 anos e seis meses

Homem que matou a mulher enforcada após encontro é condenado a 12 anos e seis meses

Douglas de Oliveira, acusado de matar, por asfixia, Adriana Cristina Braga, foi a julgamento na tarde desta sexta-feira (23-08), no salão do Tribunal de Júri do Fórum Olympio Borges. O crime aconteceu no dia 11 de fevereiro de 2018, na Rua Porto Alegre.

De acordo com os autos do Ministério Público, no dia anterior do crime, Adriana estava em um bar, acompanhada de uma amiga onde elas conheceram o acusado. Na madrugada do dia seguinte, foram para a casa de Adriana. 

Em dado momento, a amiga saiu com um conhecido e Adriana ficou sozinha com Douglas que resolveu furtar seu aparelho celular. Na ação, Douglas, usando as próprias mãos, a estrangulou até a morte. Depois de perceber que Adriana estava morta, Douglas pegou o aparelho, trancou o portão do lado externo e saiu. Cinco dias após os fatos, uma vizinha sentindo a falta de Adriana foi até a casa e notou um mau cheiro vindo de dentro. 

Ela chamou por várias vezes e ninguém atendeu. Só depois resolveu chamar a Polícia Militar que pulou o muro e encontrou Adriana morta em cima da cama em avançado estado de decomposição. 

Já a defesa alega que o acusado estava alcoolizado e se relacionado com ela dentro de um quarto, momento que desentenderam por causa de uma mensagem recebida por ela através de um aplicativo. Neste instante, Douglas ficou nervoso e veio a cometer o crime.

Posteriormente, a Polícia Militar conseguiu desvendar o crime e prender o autor. Após algumas horas de julgamento, Douglas de Oliveira foi condenado a 12 aos e 6 meses de prisão em regime fechado.

(Fonte: Patosnotícias)

Turma do STF nega pedido de Lula contra Moro

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou, por unanimidade, em votação no plenário virtual, um pedido apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a atuação do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro. O pedido do ex-presidente era para anular atos de Moro em uma das ações penais contra ele, que apura fraudes envolvendo o Instituto Lula.

Nesse processo, Moro atuou apenas no começo, e a Justiça ainda não decidiu se condena ou absolve Lula pelas acusações. De acordo com o G1, a votação começou na última quinta-feira (16) e terminou às 23h59 de quinta (22). O resultado foi confirmado nesta sexta-feira (23). Os ministros seguiram o voto do relator da Operação Lava Jato no Supremo, Luiz Edson Fachin, que não viu atos do ex-juiz que ferissem a Constituição. Os ministros analisaram no plenário virtual um recurso de Lula contra uma decisão tomada por Fachin em abril deste ano. À época, o relator da Lava Jato disse no processo que não viu ilegalidades nos atos de Moro.

Os advogados contestaram a autorização para a realização de perícia em documentos da Odebrecht que foram mantidos em sigilo durante o processo, sem que houvesse oportunidade da defesa de contestá-los. Fachin foi o primeiro a inserir o voto no sistema. Ele votou na quinta passada (16) contra o recurso. A partir daí, os outros inseriram seus votos até a noite de quinta.

(Fonte: AcheiSudoeste)

Homem que teve o corpo queimado grava vídeo antes de morrer

Morreu na tarde de quinta-feira (22) o comerciante Valcir Leite Tenório, de 37 anos, encontrado com graves queimaduras pelo corpo na zona rural de Coruripe, Litoral Sul de Alagoas. O delegado Gustavo Pires, que investiga o caso, informou que mesmo em estado grave, o comerciante conseguiu contar detalhes do crime e a Polícia Civil já sabe quem são os suspeitos.

Agora os agentes aguardam o resultado da perícia do Instituto de Criminalística (IC) para realizar as prisões. Foram encontradas marcas de digitais e sangue no veículo da vítima, uma S10 de placa MVJ 9386. Os criminosos não roubaram nada, por isso a Polícia Civil disse que descarta a hipótese de latrocínio.

O comerciante de Arapiraca estaria vendendo produtos no povoado Bom Sucesso, quando foi abordado pelos criminosos na tarde de terça-feira (20). Os criminosos teriam torturado a vítima com uma faca, raspado o cabelo e em seguida atearam fogo no corpo de Valcir Leite. Ele teria se fingido de morto para sobreviver.

Populares encontraram o homem em estado grave e o levaram para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Coruripe. Enquanto era atendido naquela unidade de saúde, o comerciante teria gravado um vídeo falando sobre o ataque que sofreu.

De lá ele foi transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde estava em tratamento, mas não resistiu aos ferimentos.

Os responsáveis pelo crime serão indiciados por homicídio qualificado.

(Fonte: OP9)

Quer acessar nosso conteúdo VIP por R$20,00 ao ano ?

Assine nosso plano VIP e receba conteúdo exclusivo toda semana por e-mail ou através da área VIP do site